vitamina K
Prescrita para todos os sexos e idades, pode tomar-se a qualquer hora do dia.
Não lhe são conhecidos efeitos secundários.

.beast(s).

26.10.07

A academia leiriense saiu à rua para mostrar de que fibra é feita. Dura Praxis, Sed Praxis – a praxe é dura, mas é praxe! – foi o mote para o ritual, que contou com “banda sonora”.
Read On 1 (im)Pacientes

.heima.

25.10.07
|#| No dia 5 de Novembro, o conhecido grupo islandês Sigur Rós edita dois novos trabalhos: o primeiro deles chama-se Heima (quer dizer “em casa”), um DVD que inclui um documentário sobre a tour que os islandeses realizaram no seu país durante 2006/2007. O filme é realizado por Dean Deblois [nomeado para um Óscar pela realização de Lilo & Stitch (2002)].


No mesmo dia também será lançado Hvarf-Heim, um duplo CD, em que o primeiro deles inclui quatro temas, três inéditos e uma revisão da música Von. No segundo, estarão seis temas gravados ao vivo ao longo das diferentes digressões.


Ver trailler.
Read On 0 (im)Pacientes

.freeze it.

23.10.07
Read On 2 (im)Pacientes

.remember.

21.10.07
Read On 3 (im)Pacientes

.greatfull, powerfull... beautiful.

20.10.07

|º| São de Fátima e continuam a dar que falar. Uma equipa, na verdadeira acepção da palavra. Primeiro o Santa Clara, depois a Académica, o Porto e agora o Sporting. Todos sofreram golos da equipa de Rui Vitória, que tem feito jus ao apelido.


Na imagem, o então capitão Morgado festejava a da subida a uma liga profissional – Liga Vitalis. Garra é o cartão de visita desta equipa, que está aí para dar que falar. Não só na Taça da Liga, como nas restantes provas – Liga Vitalis e Taça de Portugal. Bravos!
Read On 0 (im)Pacientes

.intermitentes.

19.10.07
Read On 0 (im)Pacientes

.freedom.

17.10.07

|| Há um ditado que diz que “a liberdade de um termina onde começa a do outro”. Sempre me pareceu uma postura correcta, até há uns dias atrás, quando ouvi, de um advogado (!), que “a liberdade de um vive-se com a liberdade do outro”. Ora, nada mais… direito…

Read On 1 (im)Pacientes

.shine on.

16.10.07


Gosto de ti como quem gosta do sábado,
Gosto de ti como quem abraça o fogo,
Gosto de ti como quem vence o espaço,
Como quem abre o regaço,
Como quem salta o vazio,
Um barco aporta no rio,
Um homem morre no esforço,
Sete colinas no dorso
E uma cidade p’ra mim.


Gosto de ti como quem mata o degredo,
Gosto de ti como quem finta o futuro,
Gosto de ti como quem diz não ter medo,
Como quem mente em segredo,
Como quem baila na estrada,
Vestido feito de nada,
As mãos fartas do corpo,
Um beijo louco no porto
E uma cidade p’ra ti.


Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.


Gosto de ti como uma estrela no dia,
Gosto de ti quando uma nuvem começa,
Gosto de ti quando o teu corpo pedia,
Quando nas mãos me ardia,
Como silêncio na guerra,
Beijos de luz e de terra,
E num passado imperfeito,
Um fogo farto no peito
E um mundo longe de nós.


Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.
Enquanto não há amanhã,
Ilumina-me, Ilumina-me.


Pedro Abrunhosa, in Luz (ouvir aqui)
Read On 0 (im)Pacientes

.hillside on me.

10.10.07

Encosta-te a mim, nós já vivemos cem mil anos
encosta-te a mim, talvez eu esteja a exagerar
encosta-te a mim, dá cabo dos teus desenganos
não queiras ver quem eu não sou, deixa-me chegar.


Chegado da guerra, fiz tudo p´ra sobreviver
em nome da terra, no fundo p´ra te merecer
recebe-me bem, não desencantes os meus passos
faz de mim o teu herói, não quero adormecer.


Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.


Encosta-te a mim, desatinamos tantas vezes
vizinha de mim, deixa ser meu o teu quintal
recebe esta pomba que não está armadilhada
foi comprada, foi roubada, seja como for.


Eu venho do nada porque arrasei o que não quis
em nome da estrada onde só quero ser feliz
enrosca-te a mim, vai desarmar a flor queimada
vai beijar o homem-bomba, quero adormecer.


Tudo o que eu vi, estou a partilhar contigo
o que não vivi, um dia hei-de inventar contigo
sei que não sei, às vezes entender o teu olhar
mas quero-te bem, encosta-te a mim.


Jorge Palma, in Voo Nocturno (videoclip)
Read On 1 (im)Pacientes

.black horse and the cherry tree.

7.10.07

|#| Adoptada 18 dias após ter nascido, por um físico e uma professora; privada de televisão e rádio durante 20 anos, devido à interferência que os aparelhos provocavam no seu irmão adoptivo, que sofria de problemas de audição, são apenas alguns dos momentos que marcaram a vida de Tunstall. Após este período a sua vida mudou… Conheceu a mãe biológica, que lhe falou do pai natural, um músico folk. Um contacto que estimulou KT Tunstall a coisas como esta…

Read On 0 (im)Pacientes

.state of fear.

6.10.07
|!| A propósito de uma leitura iniciada há uns meses – Estado de Pânico* – e relacionado com a mesma temática, aqui ficam mais dois apelos…


* Perito em misturar factos científicos e suspense, Michael Crichton escreve aquilo que se pode descrever como eco-thriller. Leva-nos da Islândia à Antártida, do deserto do Arizona a Paris, de Los Angeles às Ilhas de Salomão, para nos mostrar que o futuro próximo pode muito bem ser dominado por eco-terroristas que nos assustam com um grande não-problema: o aquecimento global. E que a espécie verdadeiramente ameaçada de extinção pode muito bem ser a espécie humana. Uma história alucinante do escritor mais lido no mundo.
Read On 0 (im)Pacientes

.you´re beautiful.

5.10.07

Raquel Tavares na XV Gala Central FM, 4 de Outubro, Fátima.
Read On 1 (im)Pacientes
Read On 4 (im)Pacientes

.lucky man.

3.10.07

|#| The Bitter Sweet Symphony guys are back! Depois de uma incursão a solo, Richard Ashcroft reuniu os companheiros e tudo mudou…


Oito anos depois os The Verve estão de regresso e já têm concertos agendados para os meses de Novembro e Dezembro, no Reino Unido. Por enquanto Portugal não está contemplado, no entanto, 2008 poderá representar uma visita.


Enquanto isso, aqui fica uma faixa retirada do seu último trabalho Urban Hymns (1997), do qual se destacam, entre outras, Bitter Sweet Symphony ou Drugs Don't Work.

Read On 1 (im)Pacientes

.are you not entertain.

1.10.07
|?| Da esquerda à direita, já todos (ou quase) aplaudiram a atitude de Pedro Santana Lopes na sua “meia entrevista” concedida à SIC. Sim senhor ex-ministro, é vergonhoso o sucedido, no entanto, “nada de novo debaixo do céu”.


Tratou-se de mais uma manobra de puro entertainmet, a fazer lembrar um verdadeiro circo romano. Na época, a melhor forma que o imperador tinha para evadir o povo dos problemas sociais, era entretê-lo com matanças, feras e gladiadores. Mudam-se os tempos, mudam-se os meios, mantém-se o espectáculo.


É certo que Mourinho é mais popular que Santana Lopes. Também é certo que poucos estariam interessados em ouvir a opinião deste último sobre o estado do nosso país, ainda assim, tomou uma atitude. Fica o exemplo: mais do que palavras, este país à beira-mar plantado precisa de quem aja... e não se fique apenas pelo entretenimento.


What we do in live, echoes in eternity
Read On 0 (im)Pacientes

(im)Pacientes


Marcas

Vitaminómetro

Vitaminodependentes

+Vitaminas