vitamina K
Prescrita para todos os sexos e idades, pode tomar-se a qualquer hora do dia.
Não lhe são conhecidos efeitos secundários.

.pérolas musicais.

29.7.06
|#| Num raro momento de zapping, dei (mesmo a tempo) com a selecção musical do Gato Fedorento na MTV. Foram dez escolhas criteriosas, devidamente justificadas, ora com reparos (humorísticos) ao guarda-roupa, caracterização, ou mesmo aos atributos vocais. Enfim, foram uns minutos de boa disposição, que permitiram ainda relembrar, e nalguns casos conhecer, verdadeiras “pérolas” do rock, sobretudo dos anos 80. Vale a pena (re)ver e (r)escutar aqui.
Read On 0 (im)Pacientes

.com o mundo nas mãos.

28.7.06

|+| É já na próxima quarta-feira, dia 2 de Agosto, que o grupo “Ondjoyetu” parte para uma missão no Gungo, a 150 quilómetros de Sumbe, capital da diocese, com a qual Leiria-Fátima está geminada desde Abril deste ano.

É ao voluntariado que se devem estas linhas. Da diocese de Leiria-Fátima vão dois padres e três leigas, que brevemente terão, aqui, um espaço dedicado a “apresentações”. Enquanto isso, deixo-vos esta foto-montagem, registada esta manhã, e que pretende “falar” de voluntariado: está nas tuas mãos um mundo melhor.

Isto deixará de ser uma utopia, e passará a ser uma realidade, quando cada um, com pequenos gestos diários, conseguir ir mudando a realidade que o rodeia. Isto não é mais que o cumprimento da palavra do Deuteronómio, que resume toda a Lei e os profetas: «Amarás o Senhor, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas forças, e ao próximo como a ti mesmo.»
Read On 2 (im)Pacientes
Read On 0 (im)Pacientes

.não sei se chore não sei se ria.

26.7.06
|| Fast-info é aquilo que eu chamo ao tipo de informação que a sociedade contemporânea consome: info(rmação) rápida (fast). Como não estou fora dela – sociedade – também me “serve o barrete”. Ainda assim, e porque a actividade profissional assim o recomenda, tento manter-me informado diariamente (ainda que reconheça que esse hábito precisa de alguns ajustes). É um fenómeno inerente ao Homem e que vem desde os primórdios. Assumidamente ou não, seja quem for, gosta de manter-se informado sobre determinado tema, por interesse ou mera curiosidade.

Num desses momentos de leitura, deparei-me com a seguinte noticia:

Manuel Alegre, vice-presidente da Assembleia da República, era até há pouco tempo coordenador de programas de texto da Rádio Difusão Portuguesa, cargo do qual se reformou, (*) com 3.219,95 euros mensais, segundo a lista dos aposentados e reformados divulgada pela Caixa Geral de Aposentações (CGA).

Alegadamente*, acrescento eu. Sim porque o politico e escritor já fez questão de desmentir. Se é verdade ou não, os dados de que o leitor dispõe não lhe permitem outro tipo de avaliação, a menos que a peça jornalística seja acompanhada pela cópia do documento da CGA, onde conste o nome do visado, com o respectivo valor de reforma. Não é duvidar, nem muito menos especular de uma eventual especulação, mas tão-somente cingir-me aos factos.

Certo é, porém, que independentemente de este caso ser ou não verdade, os valores praticados nas reformas de alguns políticos, não devem andar muito longe. Já para não falar dos vulgos “tachos” tipicamente portugueses! Enquanto uns apertam o cinto, outros há (os que o mandam fazer) que vivem “à grande e à francesa…” Enfim, nada de novo neste nosso querido país… de brandos costumes.
Read On 0 (im)Pacientes

.black & white.

24.7.06
Read On 1 (im)Pacientes

.meios & fins.

23.7.06
|!| «Maratona de masturbação colectiva», foi o título que mais me chamou a atenção, numa noticia que li ontem. A princípio, pensei que fosse alguma das já habituais linhas editoriais sensacionalistas, mas no final, acabei por comprovar que era tal e qual.

O Centro para o Sexo e a Cultura do Reino Unido organizou a primeira «masturbaratona» britânica, uma competição de masturbação destinada a arrecadar fundos para organizações dedicadas à educação sexual, segundo informações da organização do evento. [+]

O que mais impressiona, é estar-se a tentar “tapar o sol com a peneira”, ou justificar a finalidade (acção de solidariedade) com os meios (masturbação pública). Chamo a isto efeitos do fenómeno Big Brother. Muda-se a “roupagem”, mas a finalidade é a mesma: tentativa desenfreada de cada um ter o seu “minuto de fama”. Seja a que custo for.

Quanto ao objectivo de «arrecadar fundos», há muitas outras formas de o fazer. Se a iniciativa tem que estar relacionada com o tema, porque não convidarem casais para procriarem em simultâneo? Com a taxa de natalidade cada vez mais baixa, pelo menos estariam a ter um contributo útil, e "construtivo", para com a sociedade.
Read On 1 (im)Pacientes

.inteligência.

21.7.06
|!| Um professor de filosofia entra na sala de aula, põe uma cadeira em cima da mesa e escreve no quadro:

«Provem-me, por escrito, que esta cadeira não existe.»

Apressadamente, os alunos começam a escrever longas dissertações sobre o assunto. No entanto, um dos alunos escreve apenas duas palavras numa folha de papel e entrega-a ao professor...

Este, quando a recebe, não conteve um largo sorriso depois de ler:

«Qual cadeira?»

(Ser inteligente é ter a simplicidade para resolver questões!)
Read On 0 (im)Pacientes

.pensamento do(s) dia(s).

20.7.06
|»| Hoje, reli uma expressão de São Francisco de Assis, que “fica bem” em qualquer um dos 365 dias do ano:

Senhor, dai-me a serenidade para aceitar as coisas que não posso mudar, coragem para as que posso e sabedoria para diferenciá-las
Read On 0 (im)Pacientes
Read On 0 (im)Pacientes
Read On 1 (im)Pacientes

.lol.

19.7.06

|:)| Laugh out Loud. Seja qual for o lugar, se houver uma máquina fotográfica por perto, a tendência é registar… para mais tarde recordar (qual turista asiático). A recente visita a Valência não foi excepção, por isso, aqui ficam algumas ilustrações que registo com a expressão popular:

Um sorriso vale mais que mil palavras.
Read On 2 (im)Pacientes

.dicionários k@chume.

18.7.06
|*| Com o Verão e as férias à porta, muitos são os que vão para fora… lá fora. Assim, aqui fica um pequeno contributo, linguístico, para aqueles que eventualmente necessitem, nas próximas semanas, de usar a língua, que não a vernácula:

Português – Russo
Insecto: Moshka
Político: Caganopovo
Defunto: Sefoy Prakova
Sogra: Sostorva

Português – Alemão
Abrir a porta: Destranken
Não me interessa: Queselich
Bombardeio: Bombascaen
Chuva: Gotascaen

Português – Árabe
Metralhadora: Allavai Abalabalabalabalabala
Elevador: Alicima Vai
Necessito um banho: Molhamed
Sogra: Alvíborah

Português – Chinês
Cabelo sujo: Chin-Champu
Top-less: Chin-Chut-Yiã
Estudante: Xu-Lo-Pai
Ladrão: Fin-To-Xui

Português - Inglês
Banheira giratoria: Tina Turner
Indíviduo de bom autocontrole: Auto Stop
Copie bem: Copyright
Talco para caminhar: Walkie Talkie

Português – Japonês
Adivinhador: Komosabe
Roubaram-me a moto: Yononvejo M'yamaha
Político: Roba Kasitudo
Vice-campeão: Kuasi-Ganho
Read On 0 (im)Pacientes

.del v emf.

17.7.06
|!| Depois de ter estado no V Encontro Mundial das Famílias, em Valência, deixo aqui alguns registos fotográficos.
Read On 0 (im)Pacientes

.música amiga do ambiente.

14.7.06
|#| Depois de inaugurada, a secção music acolhe agora a primeira banda de garagem: Kyoto. Divulga a tua aqui.
Read On 0 (im)Pacientes

.grafologia.

12.7.06
|~| Dizem os especialistas, que a forma como se escreve diz muito da personalidade da pessoa (grafologia). Apesar de estarmos a atravessar uma época em que escrever à mão é uma realidade cada vez menos usual (excepto assinar), aqui fica o endereço de um site onde, em 5 minutos, se pode fazer o teste.

A inclinação de sua letra mostra que você parece ser uma pessoa equilibrada, educada. Mas é um pouco “fria” com quem acaba de conhecer. A ligação da sua letra revela introspecção, apego a detalhes, boa intuição e dificuldade de liderança. A direcção da sua letra indica controle, constância e organização, especialmente nas tarefas quotidianas. A pressão que usa ao escrever sinaliza estabilidade e equilíbrio. As áreas valorizadas na sua escrita destacam idealismo, erudição, preocupação com seu crescimento interior. A forma de sua letra demonstra amabilidade nos seus relacionamentos (amorosos ou não) e cooperação.
Read On 0 (im)Pacientes

.mat(a)erazzi.

12.7.06
Read On 1 (im)Pacientes

.eu estou aqui.

7.7.06
|@|Valência. No mínimo curioso: enquanto alguns portugueses, e não só, se preparam para ir ao Salão Erótico, em Lisboa, que este ano traz o swing como “cabeça de cartaz”, outros há que rumam à referida cidade espanhola, para o V Encontro Mundial das Famílias. Ali, o Papa Bento XVI falará aos cerca de 1,5 milhões de peregrinos, que buscam o bálsamo necessário para a principal célula da sociedade contemporânea, que é apresentada cada vez mais disforme e sem sentido.
Read On 0 (im)Pacientes

.estou a “dar” música,

6.7.06
|#| No seguimento às últimas alterações, surge agora um espaço dedicado aos sons. De bandas/músicos já consagradas, passando pelos novos talentos, alguns deles por ai perdidos numa qualquer garagem, há espaço para todos. Assim, se curtes “malhar” numas panelas lá em casa, envia a tua maquete para @. Pode ser que tenhas sorte e a tua música seja uma das seleccionadas para passar por aqui.
Read On 0 (im)Pacientes

.como proceder em caso de queimaduras.

5.7.06
|!| Num curso de “Agente de Saúde Comunitária” ensinaram que, na hora da queimadura, seja lá a extensão que for, a primeira providência é colocar a parte afectada debaixo de água fria corrente, até que o calor diminua e pare de queimar muitas camadas de pele. De seguida deve colocar-se clara de ovo, levemente batida, só para que ela seja mais fácil de aplicar.

Uma pessoa queimou grande parte das mãos ao jogar água fervente da chaleira fora. Colocou então a mão debaixo da torneira, bastante tempo, para tirar aquele calor e a violenta dor inicial. Então, abriu dois ovos, separou as claras, bateu um pouco e ficou com a mão na clara. A queimada era tal que assim que se colocava a clara em cima, ela secava e ficava uma película chamada colágeno natural. Ficou bom tempo colocando camadas de claras na mão. À tarde, não sentiu mais dor alguma e, no dia seguinte, apenas havia a marca vermelha arroxeada onde havia queimado.

Depois de 10 dias não havia nenhuma marca da queimadura, nem a cor da pele tinha mudado. A parte queimada foi totalmente recuperada pelo colágeno existente na clara de ovos que, na verdade, é uma placenta cheia de vitaminas.
Read On 0 (im)Pacientes
Read On 0 (im)Pacientes

(im)Pacientes


Marcas

Vitaminómetro

Vitaminodependentes

+Vitaminas