vitamina K
Prescrita para todos os sexos e idades, pode tomar-se a qualquer hora do dia.
Não lhe são conhecidos efeitos secundários.
Read On 0 (im)Pacientes

.juventude precoce.

29.3.07
|| Numa semana em que o tema “juventude” esteve na base de trabalho, eis que, numa leitura rotineira pela imprensa cá da terra, e com um olhar mais cuidado pelo suplemento produzido pelos meus colegas estudantes, deparei-me com uma entrevista feita a um conhecido psicólogo, e actor, leiriense, João Lázaro.

Encontra alguma explicação para os jovens de hoje serem mais precoces?
Estamos a perder os rituais de passagem. A transição não é feita como dantes, em que existiam rituais que marcavam os nossos direitos e deveres. Não significa que pense que antigamente é que as coisas eram correctas. No campo do amor, por exemplo, existiam “rituais” para se iniciar uma vida amorosa. Antigamente, as pessoas interessavam-se, depois conheciam-se, andavam juntas, começavam a namorar e, passado muito tempo, casavam. Hoje, as pessoas conhecem-se, passado duas horas dizem “amo-te”, depois de mais duas horas vão para a cama e depois terminam e nunca mais se vêem. Isto acontece não pelo facto das pessoas serem más, ou de não saberem o que querem, mas apenas porque não sabem exprimir as suas emoções. Não conhecem palavras para as explicar. Hoje,
falta a utilização de uma palavra, a palavra mais organizada da vida. Não.
Os tempos mudam, as pessoas mudam, as atitudes mudam… Será?! (Entrevista integral aqui).
Read On 2 (im)Pacientes

.even for those who like sweats.

28.3.07

|#| São o Gil (voz), o Marco (guitarra), o Rui (baixo), o “Necas” (bateria) e o Nuno (teclado) e compõem os No Sweat, uma banda leiriense que se qualificou, recentemente, para a 2ª fase do SBSR Preload 2007.


“A ideia surgiu de três elementos, já pertencentes a uma banda de covers, que decidiram juntar-se e criar a sua própria musica”, referem. Não precisam de recuar muito tempo, já que comemoram, no próximo mês de Maio, o seu primeiro aniversário. Por isso, é natural que estejam ainda “em fase de criação”.


As influências enquadram-se no género alternativo. Muse, Dream Theater, Foo Fighters, Queens of The Stone Age e Incubus são disso exemplo. Para ouvi-los mais de perto, nada melhor que uma visita a http://www.myspace.com/nosweat5.
Read On 0 (im)Pacientes

.mnumm mnumm.

25.3.07
Read On 3 (im)Pacientes

.9 crimes.

24.3.07
|#| Damien Rice está de volta com “9”, o seu segundo álbum, que sucede a “O”. Depois de “Delicate”, “The Blower's Daughter”, entre outras, “9 crimes” é o primeiro single, e também a primeira faixa do seu novo trabalho. Damien “godfather of melancholy” Rice e Lisa “golden voice” Hannigan, intepretam o papel de dois cúmplices num “crime” perfeito. Um momento pleno de delicadeza e intimidade...


Read On 1 (im)Pacientes

.doutores & engenheiros.

23.3.07
|!| Numa trivial conversa de café, foi colocada em cima da mesa a recente polémica sobre a formação académica do nosso primeiro-ministro, investigada pelo Público. As atenções centraram-se mais no título pelo qual é vulgarmente conhecido – engenheiro José Sócrates – do que propriamente no seu currículo.


“Porquê chamar-lhe engenheiro, se ele não exerce essas funções enquanto primeiro-ministro?! É como chamar a um formado em medicina “doutor”, quando este é vendedor de automóveis! Ora, essa pessoa não está a exercer medicina!”


É aquilo a que chamaria a “cultura de títulos”. Senhor doutor para aqui, senhor engenheiro para acolá… As pessoas têm nome próprio, ou não?! Enfim, há, no entanto, quem faça mesmo questão. Pessoalmente sou “anti-títulos”. Já fui tratado por “Dr.” e não gostei. Frequentemente oiço “jornalista” e também não acho grande piada, apesar de estar no exercício dessas funções.


Este é um caso generalizado e que começa bem cedo. Quem é que não teve, enquanto petiz, pelo menos uma alcunha? “Quatro-olhos”, “baleia”, “pé-de-vento”, “libelinha”, são alguns “títulos” atribuídos e que substituíam os naturais João, Maria, António, Teresa. “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades” e num mundo cada vez mais global, qualquer diz o número de doutores e engenheiros per capita atinge um valor tal, que ninguém se entende.


Não há nada como as coisas simples e naturais: Pedro (ponto).
Read On 4 (im)Pacientes

.poeta(s) do norte.

23.3.07
|#| No seguimento ainda do último post, e também das “Intimidades” que tenho ouvido com regularidade por estes dias (obrigado a quem teve o bom gosto de as oferecer), deixo aqui uma dessas músicas, devidamente ilustrada com imagens que fazem o dia-a-dia do poeta…
Read On 1 (im)Pacientes

.all about poetry.

21.3.07
Apetece-me fugir
Perseguir o sol
Abraçar as ondas


Apetece-me regressar
Olhar os teus lábios
Tocar o teu cheiro


Apetece-me adormecer
Sonhar com as estrelas
Perder-me na escuridão


Apetece-me acordar
Olhar o céu
E ver nele o teu rosto.


[21 de Março: Dia da Poesia e início da Primavera]
Read On 1 (im)Pacientes
Read On 5 (im)Pacientes

.“v” for vendetta.

15.3.07
|| Baseado na obra de Alan Moore e David Lloyd, esta é a história de uma realidade alternativa que mostra a luta de um vigilante para libertar a Inglaterra da Alemanha, que venceu a Segunda Guerra Mundial. Com algumas cenas a lembrarem o filme Matrix, este é outra obra da 7ª arte cujo director de fotografia merece aplausos.


Read On 0 (im)Pacientes

.made in Portugal.

9.3.07
|#| Porque há poetas, porque há artistas, porque há boa música portuguesa, com certeza: Blind Zero.
Read On 1 (im)Pacientes

.woman.

8.3.07
Read On 0 (im)Pacientes

.onde pára o futebol (espectáculo).

5.3.07

U. Leiria x Sporting (0-0) O que é que eu fiz?! Nem fez o Sporting, nem fez a U. Leiria. Assim terminou um jogo pobre, sem ideias e sonolento.
Read On 1 (im)Pacientes
Read On 1 (im)Pacientes

.see you soon.

1.3.07
|#| «Love Foolosophy» é o rumo que Jamiroquai pretende seguir. Traduzindo por miúdos, Jay Kay vai abandonar os palcos, para «voar no meu helicóptero e tentar encontrar a mulher certa».
Read On 0 (im)Pacientes

(im)Pacientes


Marcas

Vitaminómetro

Vitaminodependentes

+Vitaminas