vitamina K
Prescrita para todos os sexos e idades, pode tomar-se a qualquer hora do dia.
Não lhe são conhecidos efeitos secundários.

.juventude precoce.

Marcadores: , ,
|| Numa semana em que o tema “juventude” esteve na base de trabalho, eis que, numa leitura rotineira pela imprensa cá da terra, e com um olhar mais cuidado pelo suplemento produzido pelos meus colegas estudantes, deparei-me com uma entrevista feita a um conhecido psicólogo, e actor, leiriense, João Lázaro.

Encontra alguma explicação para os jovens de hoje serem mais precoces?
Estamos a perder os rituais de passagem. A transição não é feita como dantes, em que existiam rituais que marcavam os nossos direitos e deveres. Não significa que pense que antigamente é que as coisas eram correctas. No campo do amor, por exemplo, existiam “rituais” para se iniciar uma vida amorosa. Antigamente, as pessoas interessavam-se, depois conheciam-se, andavam juntas, começavam a namorar e, passado muito tempo, casavam. Hoje, as pessoas conhecem-se, passado duas horas dizem “amo-te”, depois de mais duas horas vão para a cama e depois terminam e nunca mais se vêem. Isto acontece não pelo facto das pessoas serem más, ou de não saberem o que querem, mas apenas porque não sabem exprimir as suas emoções. Não conhecem palavras para as explicar. Hoje,
falta a utilização de uma palavra, a palavra mais organizada da vida. Não.
Os tempos mudam, as pessoas mudam, as atitudes mudam… Será?! (Entrevista integral aqui).
2 (im)Pacientes:

Concordo contigo e com o entrevistado. Vive-se depressa de mais e os relacionamentos também são vítimas dessa velocidade. No entanto, não são favorável ao que o tempo pare. Nem a que se volta aos "tempos antigos". Educação sexual e aprender a dizer "não" precisam-se. Mas não sou favoravel a campanhas pró-castidade. Também não sou favorável a sexo sem amor.


Outro assunto:
Agradeço a visita ao meu blogue e o comentário deixado.


(im)Pacientes


Marcas

Vitaminómetro

Vitaminodependentes

+Vitaminas